Lidando com as armas do mundo espiritual

Lidando com as armas do mundo espiritual

Pois, embora vivamos como homens, não lutamos segundo os padrões humanos. As armas com as quais lutamos não são humanas; pelo contrário, são poderosas em Deus para destruir fortalezas. Destruímos argumentos e toda pretensão que se levanta contra o conhecimento de Deus, e levamos cativo todo pensamento, para torná-lo obediente a Cristo. E estaremos prontos para punir todo ato de desobediência, uma vez completa a obediência de vocês”. 2 Coríntios 10:3-6

Na passagem, o apóstolo Paulo diz que nós estamos na carne, andamos na carne e isso é lógico, porque somos seres biológicos, somos pessoas que temos toda uma trajetória física. Nós nascemos, crescemos, tornamo-nos adultos e nossos corpos estão sujeitos aos ciclos dos processos biológicos, então Paulo nos mostra que nós andamos na carne, mas nós não militamos segundo a carne.

Paulo nos diz que as nossas armas não são carnais, mas são poderosas em Deus. As nossas armas não são poderosas no plano humano,  elas são poderosas num plano divino, fora do plano espiritual as nossas armas não valem nada. As nossas armas não têm valor na rua, mas elas têm valor em Deus, no plano espiritual quando você vai para a igreja, quando você dobra o seu joelho, quando você entra no seu jejum e na sua oração. Quando você clama e quando você chega diante do Senhor, as suas armas movem a mão de Deus e a mão de Deus move as circunstâncias.

O inimigo monta certas circunstâncias e nós temos que ter armas para desmontá-las. Mas que fortalezas são essas? Raciocínios. Você percebe que tem pessoas que te perseguem? Elas estão escondidas dentro de um raciocínio. Às vezes é um raciocínio de ateísmo, às vezes é um raciocínio de vingança, de raiva, e com isso a pessoa não sai, ela está presa lá dentro, mas você pode ir lá e tirar aquela pessoa daquela prisão em nome do Senhor Jesus. Vai lá e usa a arma que você tem da fé, da oração, a poderosa arma que você tem no nome do Senhor Jesus. E como se dissipa as fortalezas? Quebrando os raciocínios e o baluarte que se levanta contra os conhecimentos de Deus.

Têm coisas que são ilógicas e não têm razão para ser. Mas as pessoas estão debaixo daquilo e ficam prostradas naquilo. Ou é uma briga em família, uma ação judicial e essas pessoas entram num baluarte e, muitas vezes, isso vem contra elas e contra o conhecimento de Deus. Nós estamos vivendo muito isso. Nós vemos isso ao longo da história da humanidade e isso tudo é espiritual, mas quando Deus quebra essa situação, a pessoa chora e pede perdão, mas o estrago foi feito. Um exemplo temos na história de Paulo que antes de se converter se chamava Saulo e ele perseguia a igreja, tinha um baluarte, até que Deus apareceu para ele e o derrubou do cavalo e assim acontece até hoje com quem persegue a igreja: vai cair do cavalo. Pessoas que te perseguem por você ser cristão, chefes de sessão, diretores de empresas, donos de empresas, todos esses vão cair do cavalo, porque você não deve ser perseguido pelo nome do Senhor, mas sim deve ser uma pessoa abençoada pelo nome do Senhor. A promessa de Deus para Abraão era essa de que quem o abençoasse, seria abençoado e quem o amaldiçoasse seria amaldiçoado. Então, Paulo nos fala sobre as nossas armas. As armas dos cristãos são espirituais, são poderosas em Deus.

Em todas as promessas de Deus nós temos o sim. Então, não espere o inimigo te convidar. Entre e tenha fé porque as suas armas são poderosas para demolir e construir fortalezas. A oração, a fé, o poder do sangue de Jesus, a humildade com isso, não tem fortalezas que você não pode demolir.  Entre naquele território que as pessoas dizem que não pode, mas revestido do poder de Deus você pode.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *