A lei do ambiente restaurado

O mundo valoriza as coisas, mas a Igreja deve ser o lugar onde o indivíduo é amado acima das coisas. Por isso é importante haver um empenho pessoal para o crescimento, discipulado e cura pessoal e ministerial. Eis aqui o porquê dos grupos pequenos. São lugares onde torna-se mais fácil trabalhar no crescimento das pessoas, no discipulado e ministério. Os movimentos de massa são muito bons, importantes e necessários, mas o traço da Igreja é o amor mútuo entre os irmãos. Sem dúvida alguma, o que convencerá o mundo é o amor entre os cristãos.

Lúcifer caiu porque não aceitou a delimitação de autoridade estabelecida para ele. Isso é enfermidade. É saudável viver dentro de limites e respeitá-los, em qualquer nível de nossa vida. Saiba a sua posição na igreja e atue no espaço que Deus lhe deu. Quando você estiver fluindo bem dentro dos seus limites, Deus os ampliará.

As pessoas crescem e são restauradas quando aprendem a falar o que pensam e o que sentem. Na prática, isso significa abrir o coração com seu pastor, com um obreiro, com seu grupo de discipulado e apoio. A maturidade vem à medida que aprendemos a falar e a ouvir as pessoas sem nos sentirmos ameaçados. O que é falado no momento certo e da maneira certa é uma bênção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *