A TRAJETÓRIA DE DARWIN

Neste palco surge Charles Darwin juntamente a muitos outros pensadores que estavam em busca de novos conhecimentos, novas pesquisas.
Nascido em 12 de fevereiro de 1799 em Shrewsburry, Shropshire, na Inglaterra, Darwin pertencia a uma família de religiosos, tendo crescido dentro da Igreja Anglicana. Chegou a manifestar o desejo de ir para o seminário e tornar-se um ministro da Bíblia.
Em 1831 Darwin embarcou no veleiro Beagle para fazer uma pesquisa científica, e foi durante essa viagem que ele deu início às suas teorias sobre a evolução das espécies. Em 1859 ele lança oficialmente o ensaio A origem das Espécies, sendo que entre 1831 e 1859 Darwin foi lançando vários artigos.
A ciência na época de Darwin acreditava que não era tão difícil criar vida artificial. Talvez por observar detritos se tornando larvas, concluíram que eram seres vivos,poderiam ter nascido dos detritos. Então não era tão difícil criar a vida.
Ele acreditava que a evolução química gerava evolução orgânica e fez um experimento chamado”Experimento de Muller”, criando uma situação ideal, com proteínas, enzimas e descargas elétricas. Na verdade, ele pegou metano, hidrogênio, amônia e deu uma descarga elétrica. Colocou alguns eletrodos, criou um tipo de sopa gasosa e acreditou que dali poderia surgir vida. É evidente que não conseguiu. No início surgiram algumas larvas, mas depois concluiu que tinha sido pelos detritos deixados.
O conceito dos códigos genéticos ainda não tinha sido compreendido, estava realmente longe de ser entendido, portanto, não existia ainda a ideia de que havia ali um código genético e que esse código é que transpões as suas características. Então, como é que poderia de repente uma ameba, um ser unicelular, evoluir para seres pluricelulares?
As teorias de Darwin referem-se a princípios, como:
Seleção natural das espécies: a espécie mais forte sobrevive, e a mais fraca é extinta com o passar do tempo.
-Evolução das espécies: todos os seres vivos e complexos provieram dos seres mais inferiores e rudes.
Estes são os dois princípios básicos lançados por Darwin no ensaio, A Origem das Espécies.
Em trabalhos como observações geológicas sobre a América do Sul (feitos a partir de sua passagem pela América do Sul em sua expedição científica), Charles Darwin não fez um ensaio específico e descritivo da evolução das espécies, apenas observou que havia uma tendência à evolução. Ele acreditava que da ameba, unicelular, viria todo um complexo de vida orgânica que nós conhecemos, mas não destrinchou espécie por espécie.
Mais adiante ele faz uma exposição, trazendo na sequência a evolução de alguns seres, acreditando formar uma cadeia evolucionista. Ele sugeriu que a cadeia da evolução fosse formada mais ou menos assim:
Cadeia da evolução:
– protozoários>metozoários>invertebrados>vertebrados>anfíbios>répteis>mamíferos.
(Continua…)
dep. bispo Rodovalho
Brasília, 25/11/09.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *