As Três Quedas


O Senhor não fez a terra vazia e caótica, mas ela se tomou assim por quê? Porque o diabo se apoderou dela.

“porque assim diz o Senhor que criou os céus, o único Deus, que formou a terra, que a fez e a estabeleceu; que não a fez para ser um caos, mas para ser habitada: Eu sou o Senhor e não há outro…” (Is. 45: 18).

“a terra, porém era sem forma e vazia; havia trevas sobre a face do abismo, e o Espírito de Deus pairava por sobre as águas…” (Gn. 1 :2).

Quando confrontamos estas duas situações, vemos que há uma contradição de idéias: o Senhor não fez a terra vazia e caótica, mas ela se tomou assim por quê? Porque o diabo se apoderou dela. Esta foi a primeira queda.

Depois, em Gn. 3:1-24, temos a segunda queda. O homem caiu, e o propósito de Deus, conseqüentemente, foi frustrado. A conseqüência dessa queda será estudada em seguida. Após a queda do homem encontramos em Gn. 6:1-7 a terceira queda, quando os homens e os anjos caíram:

“Como os homens começaram a multiplicar-se sobre a terra, e lhes nasceram filhas, viram os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas, e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram. Então disse o Senhor: ‘Não permanecerá o Espírito para sempre com o homem, pois este é mortal; os seus dias serão cento e vinte anos’. Havia naqueles dias gigantes na terra, e também, depois, quando os filhos de Deus conheceram as filhas dos homens, as quais lhes deram filhos. Estes foram valentes, os homens de renome que houve na Antiguidade. Viu o Senhor que a maldade de homem se multiplicara sobre a terra, e toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era má continuamente. Então se arrependeu o Senhor de haver feito o homem sobre a terra, e isso lhe pesou o coração. Disse o Senhor: ‘destruirei de sobre a face da terra o homem que criei, tanto o homem como o animal, os répteis e as aves do céu; pois me arrependo de havê-los feito’”.

Na primeira, somente os anjos caíram. Na segunda, somente os homens caíram. Mas, na terceira, ambos caíram. Os homens caíram e se degradaram, e os anjos também se corromperam, deixando sua habitação e recebendo a punição, sendo presos para o juízo do Senhor.

As conseqüências sobre o homem e a criação se intensificaram após cada uma das quedas. A morte veio ao homem desde Gn. 3:17 (“Ao homem disse: Porque destes ouvidos à voz da tua mulher, e comeste da árvore de que te ordenei, dizendo: Não comerás dela, maldita é a terra por tua causa; em fadiga comerás dela todos os dias da tua vida”). A partir dali, a vida do homem tem se tomado menor a cada época. Os cardos e abrolhos, os pecados e a violência, todas estas coisas têm maltratado o mundo mais e mais.

No capítulo 9 do livro de Gênesis, o Senhor mostra novas conseqüências da terceira queda, além do dilúvio: o homem se tomaria carnívoro, os animais estranhariam uns aos outros e a chuva cairia sobre a terra com regularidade. Essas consequências mudaram o homem, mudou o tipo de vida, a forma e a maneira de criação, como se fossem colocados remendos. Deus estava tentando remendar aquilo que o homem estragou. As três quedas:

1- Do diabo e seus ANJOS

2- Do homem

3 -Dos anjos e dos homens

 

 

Bispo Rodovalho

Um comentário em “As Três Quedas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *