Bispo Rodovalho concede entrevista ao Correio Braziliense e fala sobre a relação Brasil X Israel

Nesta segunda-feira, 1º, Bispo Robson Rodovalho concedeu entrevista ao jornal Correio Braziliense Poder e falou sobre a relação Brasil x Israel, Nova Previdência e os 100 dias do Governo federal.

Ao ser questionado sobre a decisão do governo Bolsonaro não mais transferir a Embaixada do Brasil de Tel Aviv para Jerusalém, Rodovalho foi enfático:

“Realmente entendo que essa decisão é acertada, embora exista uma certa reação dos países árabes, mas acredito ser uma ação muito mais reativa por questão de uma resistência centenária, do que uma logística inteligente. Para quem conhece, em Jerusalém vivem as três etnias: judeus, os cristãos e os árabes cristãos e muçulmanos. Então, Jerusalém tornou-se uma amostra desses diferentes seguimentos, o que Tel Aviv, que é a capital atual, não tem. Então,uma eventual capital de Jerusalém, o estado estaria muito bem protegido, o estado de Israel, que tem a responsabilidade de proteger essas etnias que lá estão. Então, o Brasil acerta quando toma essa decisão e sem atropelar a história.Tem que convidar os países árabes para conversar, para discutir, dialogar e mostrar que todos ganham”.

Rodovalho foi questionado ainda sobre como avalia os três primeiros meses do governo Bolsonaro, além da Reforma da Previdência e a reforma sugerida pelo ministro Sérgio Moro de combater crimes. “Precisamos de muitas mudanças e profundas, mas acredito que o governo está caminhando para frente”.

Para assistir a entrevista completa clique aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *