Bispo Rodovalho fala sobre a morte do menino sírio em praia turca e da crise humanitária que o mundo vive

Na última semana uma cena chocou o mundo. O corpo do menino sírio, de apenas 3 anos de idade, boiando em praia da Turquia. A imagem tomou grande proporção e chamou atenção de governantes de todos os países, quanto a necessidade de olhar para a situação dos imigrantes, que saem de suas terras natal fugindo da guerra, principalmente a que acomete o oriente médio.

Diante dessa triste realidade, Bispo Robson Rodovalho externou sua opinião e lembrou que todos podem fazer algo para mudar esse quadro, e que o Brasil pode ser um desses parceiros em busca pela paz mundial. “Para mim essa cena é quase uma simbologia profética. Como que nações tão poderosas e desenvolvidas como as que temos hoje, assistem passivamente uma cena dessa? Como que o Itamaraty não se pronunciou e não fez nada? Por que essas nações desenvolvidas não se organizam? Quantas nações não poderiam abrigar algumas milhares de famílias? Livrariam-os desse caos, dessa tragédia, dessa tristeza. Jesus Cristo nos ensinou a orar pelo próximo”.

Confira o vídeo na íntegra:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *