Ciência conclui que quem tem fé vive mais e melhor

A Universidade de Oxford lançou um compêndio intitulado Handbook of Religion, com inúmeros estudos que associam religião e saúde, que mostram e concluem que pessoas com fé vivem mais, melhor e se recuperam de qualquer mal. Mais de três mil trabalhos foram catalogados, tudo disponível na Universidade de Oxford.

Nos compêndios, cientistas retratam que pessoas com maior envolvimento religioso e espiritual estão menos expostas a situações de riscos à saúde como abuso de álcool e drogas. Fala ainda que quem tem fé, vive mais e melhor, recupera de qualquer enfermidade ou mais rapidamente. Isso é a ciência falando.

No último domingo, 16/08, o jornal Correio Braziliense, por exemplo, publicou a matéria intitulada “A fé não costuma falhar”, aonde expõe esses dados do crescimento, da relação ciência e fé e de como esta última ajuda no tratamento de diversos males do ser humano.

Vemos ao longo dos anos, o forte interesse dos cientistas com essa relação ciência e fé que há muito tempo andaram ‘brigadas’. Isso é um avanço porque grande parte dessas pesquisas apontam a fé como fundamental para o ser humano, em todas as esferas da vida. Na matéria publicada pelo jornal, também ressalta que pesquisadores da Universidade de Houston, no Texas, concluíram que a fé e a prática religiosa são fundamentais no enfrentamento de problemas, reduz pensamentos suicidas e amortece até os efeitos danosos do racismo.

Para nós que somos bispos e pastores, que trabalhamos com o bem estar do ser humano isso é muito importante, um embasamento muito bom para o nosso trabalho. A gente sabe que quem tem fé, resolve seus problemas mais facilmente, convive melhor com as situações da vida, quer sejam boas ou ruins. Agora temos um super embasamentos científicos, pesquisas renomadas concluindo tais feitos é um grande avanço. Que possamos proclamar ainda mais essa fé que já tínhamos a certeza que “cura qualquer mal”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *