Convocamos um exército de 500 mil jovens contra os corruptos

Nesta semana, a Igreja Sara Nossa Terra uniu-se formalmente ao grupo de entidades que apoia a campanha de combate à corrupção idealizada e conduzida pelo Ministério Público Federal.

Destacamos para essa missão a juventude da nossa igreja, gente que vive nas diferentes regiões do Brasil e está unida no projeto Arena Jovem, um ministério evangélico que contra aproximadamente com 500 mil integrantes.

Recebemos em nossa solenidade de formação de líderes, neste dia 2 de novembro, em Brasília, o procurador regional da República Danilo Dias, a quem entregamos a nossa carta de apoio ao movimento nacional.

É com esse exército de paz que a Sara Nossa Terra irá correr o Brasil em busca de assinaturas de apoio à campanha contra a corrupção, uma batalha para a qual nossos jovens estão sendo convocados pelas lideranças que conduzem as iniciativas do projeto Arena Jovem.

Esses jovens, inspirados pela fé, movidos pela esperança e perseverantes em seu propósito, sairão de sua zona de conforto e sairão às ruas para fazer a sua parte no compromisso que assumimos, de ajudar a construir um país livre de corrpução.

Ao espalharem o sentido da campanha de combate à corrupção, estarão contribuindo para livrar a nossa sociedade deste inimigo que brota e cresce à sombra, em silêncio, até assaltar a alma daqueles que se rendem à tentação do lucro fácil – ainda que isso venha a custar, na outra ponta, a sangria dos cofres públicos, em prejuízo de todos nós, cidadãos, cristãos ou não.

Quando preparava este artigo, tive dúvidas sobre que linha seguir. Cheguei a pensar, por exemplo, em explorar alguns debates internos que nosso ministério fez acerca do tema e também de que forma os conselhos de pastores, unidos em sua confederação nacional, têm tratado desse assunto.

A abordagem factual, no entanto, cedeu espaço à necessária referência ao papel da religião nas grandes mudanças por que passou a humanidade. Eu não poderia deixar de fazer esse registro em espaço tão nobre e respeitado da imprensa nacional.

Não existem mudanças sem ser pelo caminho da fé. Foi assim na Inglaterra, com a insurreição dos protestantes que cruzaram o oceano e deram origem aos Estados Unidos. Foi assim com a Revolução Francesa, conduzida pelos católicos, que massacrou a monarquia e abriu o debate político sobre os direitos da burguesia.

Nesses tempos de Lava Jato, existe uma conspiração de fatores favoráveis que fizeram a opeação prosperar, depois de termos visto um Castelo de Areia se desfazer diante de nossos olhos.

Temos Ministério Público, Policia Federal, Receita, Poder Judiciário, Controladoria Geral da União, Cade, enfim, órgãos públicos em pleno exercício de suas funções constitucionais e em atuação colaborativa.

Nesse momento Deus está se movendo, ainda que as pessoas não vejam. Os que têm fé sentem Sua presença.

Também todos nós precisamos nos mover, sair da zona de conforto, numa verdadeira força-tarefa nacional. É chegada a hora de passar da indignação, que sentimos diante das revelações do buraco negro da corrupção, e passarmos à transformação, sufocando a ação dos corruptos, expropriando tudo que roubaram e garantindo que efetivamente cumpram pena de prisão correspondente ao mal que causaram à sociedade.

Para os descrentes, relembro a história de Neemias, personagem bíblico que enfrentou o desafio de reconstruir as muralhas de Jerusalém. Diante dos paredões de pedra, reduzidos a escombros, ele se ajoelhou e chorou em desespero. Depois orou, jejuou e pediu incansavelmente a Deus que lhe mostrasse o caminho. A graça divina soprou esperança sobre Neemias, que com sua fé e perseverança reergueu Jerusalém.

Agora, a Sara Nossa Terra apoia formalmente a campanha do Ministério Público Federal. Sob a inspiração de Neemias, vamos ajudar a construir essa muralha de 1,5 milhão de assinaturas, para que as dez medidas definidas como prioritárias sejam transformadas em um projeto de lei de iniciativa popular.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *