Folia da união: sim, é possível

Eram dias da chamada Folia de Momo, a popular Festa da Carne, que une o mundo secular na busca pelo prazer a qualquer custo.

Isso em um mundo que se mostra egoísta, em que o sentimento de impunidade que vivemos em nosso país faz dos cidadãos seres cegos por vingança.

Com tudo isso, digo que foi realmente sensacional reunir 100 mil jovens na tradicional Conferência de Carnaval da Sara Nossa Terra, realizada em igrejas do nosso ministério durante três dias, em várias cidade do Brasil, além de Boston e Atlanta, nos Estados Unidos.

Reunimos esses jovens para orar e louvar unidos pelo tema Somos o Povo da Cruz. É um contraponto à sociedade que caminha movida a prazer, do corpo, da alma, do bolso. O prazer deve ser vivido, sim, mas como recompensa, em momentos especiais.

Jesus morreu por todos nós, na cruz, em sacrifício. É preciso entender e aceitar com resignação e alegria que nossa vida é uma caminhada, sim, de sacrifícios, de esforços. Precisamos ter empenho, determinação e perseverança para vencer desafios, seguir em frente e alcançar nossos propósitos.

Essa consciência é fundamental para nos fazermos fortes e seguirmos no caminho de Deus, dia após dia, batalha a batalha. Em nossa Conferência criamos um momento único de renovação dessa fé, dessa fonte de todas as nossas forças, da vida.

Foi um encontro que nos permitiu orar pelo bem de cada um e de todos ao mesmo tempo. Alcançamos, assim, a unção divina em um momento sobrenatural, sem dúvida.

Restabelecemos o que nos diz a Palavra, em 1 Coríntios 12:12-13: “Ora, assim como o corpo é uma unidade, embora tenha muitos membros, e todos os membros, mesmo sendo muitos, formam um só corpo, assim também com respeito a Cristo. Pois em um só corpo todos nós fomos batizados em um único Espírito: quer judeus, quer gregos, quer escravos, quer livres. E a todos nós foi dado beber de um único Espírito”.

Amém!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *