Joel, o vale e a decisão do seu voto

Momento difícil, vivemos nós brasileiros, nessa reta final que nos colocam na cara das urnas, chegando ao primeiro turno das eleições municipais 2016. Difícil especialmente para os eleitores, porque o voto é obrigatório e serão, por força da Constituição, os responsáveis formais pelos representantes escolhidos, nas escolhas boas e nas ruins.

Em Joel 3:14, o povo de Deus vive esse momento de escolha, de enfrentar o incerto.

Eis a passagem:

Multidões, multidões no vale da decisão; porque o dia do Senhor está perto, no vale da decisão. O sol e a lua se enegrecerão, e as estrelas retirarão o seu resplendor. E o Senhor bramará de Sião, e de Jerusalém fará ouvir a sua voz; e os céus e a terra tremerão, mas o Senhor será o refúgio do seu povo, e a fortaleza dos filhos de Israel.

E vós sabereis que eu sou o Senhor vosso Deus, que habito em Sião, o meu santo monte; e Jerusalém será santa; estranhos não passarão mais por ela. E há de ser que, naquele dia, os montes destilarão mosto, e os outeiros manarão leite, e todos os rios de Judá estarão cheios de águas; e sairá uma fonte, da casa do Senhor, e regará o vale de Sitim.

Primeiro, é preciso fé para enfrentar o desafio com sabedoria e confiança, sem temê-lo, tal qual Joel diante do Vale da Decisão. Também é preciso informação, troca de ideias e união, no momento de fazer do seu representante. Quanto mais consciente a escolha, menos a relação eleitor-eleito será uma aposta. E mais será uma relação de confiança do eleitor no propósito do mandato público como um projeto social, não em benefício próprio.

Nós, cristão, estamos pela primeira vez unidos de uma forma estruturada como nunca antes visto em dimensão nacional. Nossa bandeira estruturada nos valores da vida, da família, da ética, e cresce no mundo político em defesa da dignidade dos mandatos públicos, da transparência e do respeito ao cidadão.

Temos agora a oportunidade de renovar a nossa fé na possibilidade de reconstrução do nosso país. Diante desse processo de depuração, de limpeza das estruturas do Estado desencadeado pela Operação Lava Jato, o Brasil certamente vive um momento propício para caminhar rumo ao futuro guiado por valores diferentes na busca da realização de seus sonhos.

E tudo isso passa, necessariamente, por uma escolha política correta, que priorize, em primeiro lugar, valores. Esses, sim, os alicerces para qualquer obra pública.

Por Bispo Rodovalho para a Gospel Prime

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *