O fim dos tempos

Realmente estamos nos fins dos tempos. Digo isso quando leio que pessoas estão sendo presas por molestar crianças de apenas 2 ou 3 anos, ou que homens estão sendo processadas por colecionarem fotos de crianças nuas, dessa mesma idade.

Quando vejo chacinas, nas quais 30 pessoas são mortas, por assassinos já descobertos, mas que, após meses, ninguém tomou providência reais, a não ser um ou outro indiciamento. Quando vemos o país se desintegrar em escândalos de corrupção, todos os dias, inundando as páginas de jornais e revistas, envolvendo parlamentares e diretores estatais. Quando vemos ministros de estado dizendo que “controlam” jornais de circulação nacional , enquanto revistas são “controladas” por determinados partidos políticos. Quando vejo a pressão de grupos organizados, como todo o apoio da mídia secular, para desfrutar a família e estabelecer um novo formato social.

Quando vejo que o nosso planeta está sendo destruído pela emissão de gases tóxicos, quanto pela contaminação de áreas e de pessoas, e ninguém toma nenhuma providência. As ações na justiça comum, para indenização de vítimas de acidentes ambientais, duram até 30 anos para as mínimas providências. Quando vejo tudo isso, junto com a aparente insensibilidade, inércia e imobilismo da sociedade, sinceramente, sou obrigado a reconhecer que já estamos  nos dias finais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *