O que nos reserva o futuro?

Qual será o nosso futuro? Como será a igreja nessas próximas décadas, se o Senhor Jesus não tiver voltado? Ela precisa estar preparada para enfrentar os desafios deste período, que será de grandes mudanças políticas, sociais e ambientais.

A igreja, como representante de Jesus na terra, precisa estar preparada para responder às questões humanas as quais serão levantadas frente aos acontecimentos que virão, porque um sistema vencedor é aquele em que há um objetivo definido a ser alcançado, onde as pessoas estão dispostas até mesmo a sacrifícios para atingirem este objetivo.

Temos visto ministérios que não prosperam, pessoas envolvidas na obra de Deus que não obtêm êxito, e às vezes até culpam a Deus pelo seu fracasso. Os homens procuram na igreja as respostas que o mundo não lhes dá, e intensificarão esta procura de soluções que os levem à satisfação de suas necessidades mais íntimas.

Novos desafios, com obstáculos ainda maiores estão por vir e as grandes transformações que tem passado o mundo, tem exigido o fortalecimento de políticas voltadas para a formação de um sistema globalizado. Considerado que há desprezo e desrespeito pelo homem, que resultam em atos bárbaros ultrajando a consciência da humanidade e seu senso de liberdade. A igreja precisa se estruturar para receber estas pessoas e mostrar-lhes a direção correta a seguir.

O Senhor deseja que a igreja atue como um corpo. Porém, muitas vezes, vemos irmãos agindo individualmente, como se fossem autônomos, sem perceber que Deus tem um projeto para eles. A unidade do corpo fica assim prejudicada pelas diversas visões individuais.

“… casa dividida contra si mesma, não subsistirá”. Mt 12:25

Por isso, a importância da hegemonia, que por sua vez traz para um grupo a unidade de metas. Todos se unem para alcançar um ideal, que é o objetivo de um sistema vencedor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *