O Senhor realiza o impossível na vida de quem n’Ele crer

Às vezes a cura vem pela simples obediência à Palavra de Deus quando “confessamos algum pecado”. Está escrito em Tiago 5:16: “Confessai vossos pecados para serdes curados”. Quantas pessoas estão doentes porque guardam amarguras e ressentimentos contra seus semelhantes e, quando perdoam são liberadas e a fé vem trazendo a cura?

Em um certo dia, havia mais ou menos 500 pessoas em um de nossos cultos. Um dos dirigentes recebeu o dom do conhecimento de que Deus estava curando alguém de leucemia. Ele chamou a pessoa e sentiu que para ser curada ela precisava perdoar alguém que lhe tinha feito muito mal. Veio à frente uma moça dizendo que percebia que Deus estava falando a seu respeito. Ela recebeu a oração e ali mesmo propôs perdoar sua cunhada com quem tivera sérios problemas. No dia seguinte, ela a procurou e reconciliou-se, depois foi ao médico para exames que estavam marcados. Sabe qual foi a surpresa? Os exames foram negativos. A doença se foi e a mulher voltou à igreja e ficou admirada de ver a forma de operação de Deus.

Quando obedecemos aos mandamentos da Palavra de Deus, a cura sempre vem a nós, portanto obedeça a Ele. Não permita que haja em seu coração, qualquer raiz de amargura ou ressentimento que segure as amarras da enfermidade. Em Hebreus 4:12 lemos que “a Palavra de Deus é viva e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até ao ponto de dividir a alma do espírito, juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e propósitos do coração”.

Por isso, creia na Palavra do Senhor, pois não há obstáculo, adversidade ou perseguição que não pode ser quebrada pelo poder e ação do Senhor. Aproveito a reflexão, para convidá-lo a participar da campanha do mês de novembro “Causas Impossíveis“, que está sendo realizada em todas as Sara Nossa Terra. Procure uma igreja  mais próxima de você e deixe o agir do Senhor habitar em sua vida e maravilhas serão vivenciadas, pois não há impossível para Deus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *